Entenda o que são estratégias de co-marketing


O Co-marketing é uma estratégia que visa o alinhamento de forças de duas empresas, concorrentes diretas ou não, para atingir objetivos comuns. É o marketing compartilhado entre duas marcas.

Para que isso seja possível, as duas marcas devem ter o mesmo público alvo ou semelhante, mas não necessariamente a produção do mesmo produto. Com a atuação do co-marketing, é possível atuar com muito mais, usando muito menos do poder financeiro.

Apesar do nome recente, é uma prática bastante antiga no mercado, seja entre uma empresa de construção e reforma e serviços de design ou aeroportos e locadoras de carros.

Se você não conhecia esse tipo de atividade, confira abaixo o conteúdo que preparamos para você. Com o fim da leitura, você será capaz de pesquisar e escolher de forma correta e atenciosa a sua nova parceria no mundo dos negócios. Aqui neste texto, você vai saber:

  • O que é o Co-marketing?
  • Quais as estratégias do Co-marketing?
  • Quais os benefícios do Co-marketing?

O que é o co-marketing?

Como já explicamos anteriormente, o Co-marketing é quando duas empresas com o mesmo público-alvo ou similar, se unem. Os interesses são os mesmos e os esforços são aplicados para que as duas gestões ganhem no final.

A ação do co-marketing pode ser vista em diversas atividades. Algumas deles são:

  • Um e-mail marketing em conjunto;
  • Ofertas especiais;
  • Produção de posts que tenham as duas marcas;
  • Cupons de desconto;
  • Brindes;
  • Webinars.

As possibilidades são inúmeras e durante os encontros você e a outra empresa parceira vão decidir os melhores formatos para as ações. Um projeto de arquitetura de interiores, por exemplo, pode se beneficiar de uma agência de design e vice-versa.

Quais as estratégias do Co-marketing?

Agora que você visualizou o conceito de Co-marketing e as possibilidades de conteúdo que surge dele, é hora de entender como aplicá-lo, ou seja, quais as estratégias possíveis para atingir uma frutífera parceria de trabalho.

Escolha bem

A primeira medida é uma das mais importantes: a escolha do seu parceiro. Não importa qual objetivo você pretende, ele dificilmente será alcançado com uma marca que não condiz com o seu público-alvo e possui pouca relevância no mercado.

Outro fator é o uso do marketing digital. Se a empresa em questão que você está visualizando ainda não faz uso dessa atividade, também não será válido o uso do co-marketing com ela.

Seja ela uma empresa de administração de condomínios em São Paulo ou uma agência de publicidade, estude bem para que, no final, você não saia perdendo e ela se beneficie mais com os resultados do que você.

Alguns critérios que devem envolver a pesquisa e a escolha da empresa que irá fazer o Co-marketing contigo são:

  • Similaridade de público-alvo;
  • Conteúdo de qualidade;
  • Constância nas publicações;
  • Presença no meio digital;
  • Ser vista como referência no nicho de atuação;
  • Ter um produto similar ou complementar ao seu.

A ideia é que a maioria dos pontos acima sejam preenchidos pela marca escolhida por você. São eles que serão responsáveis por entregarem os melhores frutos no final das ações.

Se planeje com antecedência

Se para a sua empresa você realizou um extenso planejamento de comunicação e marketing meses antes de colocá-lo em prática, na parceria com uma empresa do mercado não será diferente.

Nesse caso, estamos falando de profissionais com diferentes tipos de agendas, prioridades e rotinas. É preciso muita conversa e debate para que os dois andem nos mesmos passos. Assim, reuniões extensas para definir conteúdo, roteiros, cores do projeto, convidados etc.

Se a ideia é fabricar um número específico de móveis planejados alto padrão junto com uma agência de design, algumas reuniões serão necessárias para decidir quais serão os desenhos, tecidos e muito mais elementos.

Além disso, muitos imprevistos podem ocorrer no meio do caminho. Portanto, em casos desse tipo, pense em datas que sejam perfeitas para ambos os envolvidos e pense em novos eventos, caso necessário.

Ache uma Persona em comum

Cada empresa possui sua persona. Ou seja, um cliente ideal. Ele é feito a partir de alguns dados reais de pesquisas, como nome, idade, ocupação, hobbies, interesses e muitos outros itens.

É essencial que você e o seu parceiro achem uma persona em comum ou tenham personas similares. É preciso desenhar os conteúdos das ações de forma que atinjam exatamente essa persona em específico, um cliente que vai atrás do conteúdo dos dois envolvidos.

Se a sua persona não tem interesse em comprar móveis em metal, mas o seu parceiro comercial possui um tipo de cliente cujo foco é justamente esse produto, é hora de repensar essa parceria e definir outro tipo de viés, por exemplo.

Desenvolva conteúdos do zero

Não adianta começar uma parceria para usar os mesmos conteúdos de outras campanhas, mas com o adicional de outro nome junto dos créditos. O ponto aqui é a criação de temas e conteúdos em sintonia com o parceiro de Co-marketing.

Nesse sentido, os materiais desenvolvidos devem prezar pelos ideais e missões das duas marcas. Os profissionais responsáveis devem pensar novos conteúdos personalizados para curar as dores e anseios do público-alvo de todos os envolvidos.

Como já mencionamos no começo deste texto, as possibilidades são diversas. Você pode dizer para o time de redação projetar um e-book sobre sistema de aterramento, por exemplo, se o caso é uma parceria entre empresas desse ramo.

Há também a possibilidade de encomendar aulas para demonstrar autoridade para o seu público, ensinando conteúdos do interesse da sua persona por meio de profissionais de outra empresa, por exemplo.

Outra modalidade bastante comum é a produção de eventos especiais sobre um tema específico, juntando diversas áreas correlatas para promover um só tipo de mensagem, seja sobre reformas comerciais ou o próprio anúncio da parceria.

Quais os benefícios do Co-marketing?

O conceito é fácil, mas como se beneficiar de uma ação que também terá a adição de um concorrente? Nos dias de hoje, essa visão não pode ser mais apoiada. Sai na frente aquele gestor que enxerga grandes aliados em um cenário competitivo.

Redução de custos e esforços

Uma grande ação que levaria muito mais tempo e produtividade dos funcionários da sua empresa, desgastando e diminuindo outras áreas, possui a vantagem da divisão de custos econômicos e esforços de trabalho dentro do Co-marketing.

E não importa se a sua empresa de instalação de calhas está começando ou já está há anos no mercado. O benefício econômico garantido pela parceria com outra empresa é um destaque de bastante utilidade e relevância para qualquer nível de crescimento da marca.

Conquistar um novo público

Ao se juntar com uma empresa para uma ação de Co-marketing você terá a chance de conhecer novos clientes que, talvez, jamais chegariam até o seu produto se não fosse pela aliança com a marca que eles estão acostumados.

Tanto a sua empresa quanto aquela que você faz parceira deve divulgar o serviço uma da outra. Nesse jogo, uma deve se beneficiar do público uma da outra que, por sua vez, também pode divulgar o serviço que acaba de conhecer, para outros colegas e familiares.

Apareça junto de quem tem autoridade

Lembra quando falamos sobre escolher bem o seu parceiro? Pois é dentro dessa escolha que você também enfrenta um grande benefício: ser visto do lado de uma marca de referência.

Dessa forma, o mercado também deve crescer os olhos para o que você oferece, tendo em vista que você alcançou o respeito e a companhia de um nome que deve estar há anos atuando no nicho.

Os clientes da empresa associada ao seu serviço devem enxergar você com a mesma confiança que enxergam aquela marca que eles já conheciam. E o mesmo vale para você, que vai beneficiar o outro público e a outra marca também.

Aumentar as suas vendas

Tem coisa melhor do que ter as suas vendas aumentadas depois de alcançar um novo público, diminuir esforços e se juntar com alguém com notória autoridade no mercado? Certamente que não.

Esse é um benefício que virá nos resultados finais do Co-marketing quando você seguir todas as estratégias da forma que mais servirem para o seu contexto. Com planejamento, paciência e união, é possível aumentar o número de vendas com a ajuda de um parceiro.

Comece um Co-marketing agora!

Agora que você já sabe como funcionam as estratégias do Co-marketing e os benefícios envolvidos, a sua empresa pode começar a usar desse modelo de parceria e mudar a imagem do negócio.

Escolha bem o seu parceiro, se planeje, estude e coloque as ações do Co-marketing em prática. Você e seus funcionários com certeza terão muito a ganhar com essa prática. Boa sorte!

Texto originalmente desenvolvido pela equipe do blog Business Connection, canal em que você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.