Após WhatsApp liberar comunidades, associação de internet faz alerta de segurança


A Associação Brasileira de Internet (Abranet) alerta os internautas para redobrarem a atenção ao receberem links em aplicativos de celular. Esse tipo de comunicação deve aumentar ainda mais depois de o WhatsApp começar a liberar no país, na última quinta-feira (26/1), o “Comunidades”, recurso que permite organizar vários grupos em estruturas maiores e enviar mensagens para até 5 mil pessoas.

De acordo com a Abranet, apesar do potencial de reunir até 50 grupos em uma única comunidade e ser mais uma praticidade oferecida pelo aplicativo, o “Comunidades” também exigirá muita cautela dos internautas ao possibilitar ainda mais agilidade na comunicação virtual. Nem todo mundo terá acesso ao recurso, que será liberado gradualmente. A entidade, que tem mais de 400 associados no país, apoia a campanha #FiqueEsperto.

Embora seja mais um recurso tecnológico pensado para facilitar a vida de quem usa o aplicativo, o “Comunidades”, conforme alerta a Abranet, também vai requerer uso bastante cuidadoso para não se tornar mais um meio para aplicação de golpes on-line por meio da distribuição de links, por exemplo.

#FiqueEsperto

A seguir, confira algumas dicas para não cair em golpes.

1. Os internautas devem ter atenção redobrada no recebimento de mensagens com links que direcionam para sites, produtos, serviços ou promoções, mesmo se forem enviadas por algum contato conhecido. Isto porque, muitas vezes, as pessoas encaminham ou copiam e colam links, diretamente, sem conferir se são seguros.

2. Além de verificar se o remetente é confiável, é preciso confirmar se o link é realmente de algum site confiável.

3. Outra dica é não autorizar o download ou execução de arquivos a partir do link que foi recebido.

4. Também é necessário ter cuidado ainda maior com mensagens que ofereçam prêmios ou vantagens muito atrativas, seja dinheiro seja algum tipo de produto. Geralmente, os criminosos tentam seduzir as pessoas com propostas muito incomuns, para que elas cliquem no link rapidamente, sem pensar antes da ação.

5. Outra dica da Abranet é não reencaminhar mensagens de origem desconhecida ou com links duvidosos, para não aumentar os riscos de mais pessoas caírem em golpes virtuais, por meio do aplicativo do celular.

A nova mudança deve aproximar o WhatsApp do Telegram, conhecido por grupos com milhares de participantes.

A Abranet

Com 26 anos de atuação pelo desenvolvimento de rede aberta para todos , a Abranet é uma entidade sem fins lucrativos, fundada em 7 de novembro de 1996, por pessoas e empresas pioneiras na rede mundial de computadores.

A entidade tem abrangência nacional e mais de 400 associados e membros honorários espalhados por todo o país, que vão desde pequenos negócios até grandes grupos de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC), internet e meios de pagamento. Entre eles estão Globo.com, Netflix, UOL, Mercado Livre e Mercado Pago, PayPal, Microsoft, Ebanx, OLX e Locaweb.

Além disso, entre os principais objetivos da Abranet está o apoio ao esforço brasileiro na digitalização do país, com auxílio às empresas provedoras de acesso, serviços e informações; o apoio às fintechs e paytechs, promovendo a digitalização do sistema financeiro e bancário e dos meios de pagamentos digitais.

Fonte: Oficina